TERROR NOTURNO

I do not want to sleep

Quando minha filha estava com 3 anos ela começou a ter crises de pânico durante o sono. Ela berrava, gesticulava dando socos e pontapés e acordava chorando. Levei no pediatra que a encaminhou à uma Clínica do Sono. Passamos uma noite nesta clínica fazendo testes. No dia seguinte o Neurologista disse que ela estava com Terror Noturno e receitou-lhe antidepressivo. Não gosto de dar esse tipo de medicação pois sei que causa dependência física e psicológica, além das reações adversas. Então a levei em um outro Pediatra que ficou indignado com a prescrição do Neurologista pois minha filha não tinha nenhum outro sintoma além dos terrores noturnos. Então ele receitou um remédio homeopático de nome estranho (Stramonium). O medicamento homeopático é bem diluído e, desta forma, não faz mal.

homeopaticos3

Era para darmos 8 glóbulos toda noite antes dela dormir. Foi um “santo remédio”. Os dias foram passando e as crises diminuindo. Depois de 3 meses ela já não tinha mais crises, mas se parávamos o remédio ela voltava a ter novos episódios. Então o médico pediu para darmos durante 1 ano. Assim fizemos e ela não voltou a ter mais crises. Hoje ela está com 7 anos.

Esclarecendo um pouco mais sobre o assunto… O terror noturno ou pânico noturno é um distúrbio do sono caracterizado por episódios de pânico no decorrer da noite. A criança se comporta como se estivesse em perigo, com gritos, coração acelerado e feição aterrorizadora. Neste momento parece ver ou sentir algo amedrontador. Geralmente começa com manifestações de intenso medo ainda durante o sono culminando em um despertar abrupto com um grito de pânico e respiração rápida. Mesmo que ela esteja de olhos abertos, não sabe que você está ali e não se acalma. A crise pode durar alguns minutos ou até mais de meia hora, e, depois que passa, a criança volta a dormir. No dia seguinte, não vai lembrar de nada. Após o susto inicial a criança deve ser acolhida e ouvir palavras de apoio e segurança até que a sensação de terror diminua.

Pode ocorrer a partir dos 9 meses de idade. Se manifesta com mais frequência em crianças de 2 a 7 anos. A causa é desconhecida, mas acredita-se que os terrores noturnos podem ser provocados por: febre, falta de sono, períodos de tensão emocional, estresse ou conflitos psicológicos.

//www.facebook.com/plugins/likebox.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fblogparamamaesantenadas&width&height=590&colorscheme=light&show_faces=true&header=true&stream=true&show_border=true

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s